Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘WEB 2.0’ Category

Qual a relação dos candidatos a líder do PSD com a web? É usada? Se for usada será que o meio é bem utilizado? Estas e outras perguntas e respectivas respostas estão neste artigo do Público.

Anúncios

Read Full Post »

O COMUNICAMOS oferece vários pocast que pode seleccionar para se manter actualizado. Os títulos da imprensa diária foram divididos tematicamente para que possa escutar apenas os que mais lhe interessa ou então todos.

Pode ainda ouvir (ou ler) os títulos directamente no COMUNICAMOS ou então agregar os diferentes podcast’s ao seu agregador favorito.

PODCAST:

(copie o URL e cole no seu agregador favorito)

(mais…)

Read Full Post »

As marcas estão agora mais expostas a ataques provenientes de blogues. Explicamos, num tema destacado na capa desta semana do M&P, que através de uma boa gestão, as marcas poderão tirar dividendos.

M&P

A revista Meios & publicidade dá destaque a um artigo na capa que me deixou preplexo. “Como defender as marcas dos blogues”. Alguns pontos que considero relevantes a destacar, desde já, pelo titulo. Defender presupõe um ataque e não creio que os blogues ataquem marcas. Se a revista se está a referir ao recente episódio da campanha da optimus (ao qual a M&P não fez qualquer referência) longe de se tratar de um ataque foi apenas uma resposta mais séria e cordial do que a atitude que as agências em causa tiveram para com os blogues.

Passemos no entanto a outros pontos da questão já levantados pelo Luís Santos:

1. Empresas (e empresários) haverá que entendem os seus potenciais clientes como ‘atacantes’, necessitando, portanto, de (novas) práticas de ‘boa gestão’ para voltar a poder ‘tirar dividendos’;

2. (alguns) Especialistas da comunicação estratégica continuam a pensar nos blogs como uma espécie de ‘episódio momentâneo de interferência’, coisa perturbadora, mas que se resolve…

FONTE: Jornalismo & Comunicação

Os blogs apresentam-se como elementos de ruido (noise, no sentido sistémico de aumento de entropia [ver teoria dos sistemas sociais de N. Luhmann]) por permitirem uma comunicação simétrica e fluida algo que os MSM (mainstream media) sejam eles jornalismo ou publicidade parecem ter dificuldade em entender e adaptar-se. No jornalismo temos vindo a assistir ao fenómeno “se não os consegues vencer junta-os a ti”, o que se irá passar com o marketing, publicidade e relações publicas?

Read Full Post »

Ryan Sholin, juntamente com Howard Owens e Zac Echola, criou uma comunidade para que os jornalistas (que ainda não o fizeram) se “digitalizem”.

O WiredJournalists.com serve como ponto de encontro de experiências e recursos para todos os que querem entrar – ou acompanhar – o comboio do jornalismo 2.0.

VIA: O LAGO

(mais…)

Read Full Post »

iTEK COM3

Antes de a Google lançar o seu serviço de webmail, o Gmail a 1 de Abril de 2004 os limites das contas de webmail gratuitas eram de 2 Mb, a hotmail oferecia 4Mb e a Yahoo 6Mb. Depois dos valores que o Google oferecia (1 Gb actualmente ultrapassa os 2Gb) os principais webmails gratuitos aumentaram também as suas contas. Hoje em dia um utilizador normal não tem que se preocupar com o ter a caixa de correio cheia nem em não receber um e-mail com um anexo por falta de espaço.

Com o aumento da capacidade das contas de webmail aumentou também a capacidade de anexo. Os valores variam entre os 6Mb e os 10Mb de anexos por mail. O Gmail recentemente aumentou a sua capacidade de anexação de ficheiros até aos 20Mb. Mais que suficiente para a maioria dos utilizadores.

Para quem trabalha na área da comunicação estes valores embora elevados, especialmente comparando com há 4 anos atrás, são por vezes insuficientes. Quando é preciso enviar um ficheiro de video DV AVI um minuto de passa dos 200Mb, um relatório em PPT com várias imagens, uma pasta zipada com um conjunto de fotos de alta definição, etc…

Qual é então a solução para enviar estes ficheiros? (mais…)

Read Full Post »

iTEK COM3

RSS já todos sabem o que é?

 

Really Simple Syndication (RSS 2.0) O Nome não engana, RSS é a sigla que identifica a forma mais simples de distribuição e actualização de conteúdos na web.

 

A tecnologia do RSS permite aos usuários da internet se inscreverem em sites que fornecem “feeds” (fontes) RSS. Estes são tipicamente sites que mudam ou actualizam o seu conteúdo regularmente. Para isso, são utilizados Feeds RSS que recebem estas actualizações, desta maneira o usuário pode permanecer informado de diversas actualizações em diversos sites sem precisar visitá-los um a um.

Os feeds RSS oferecem conteúdo Web ou resumos de conteúdo juntamente com os links para as versões completas deste conteúdo e outros metadados. Esta informação é entregue como um arquivo XML chamado “RSS feed”, “webfeed”, “Atom” ou ainda canal RSS.

FONTE: Wikipédia

(mais…)

Read Full Post »

JORNALISMO 2.0

O Knight Center for Journalism in the Americas, na Universidade do Texas, lançou uma tradução em português do livro “Journalism 2.0 How to Survive and Thrive – A digital literacy guide for the information age”, escrito pelo jornalista Mark Briggs.

Mark Briggs descreve o livro como um manual prático, que explica as especifidades da internet e as várias formas de se fazer jornalismo digital, indo dos blogs ao podcasting, desde a recolha do material à sua edição e publicação online.

 


PDFDOWNLOAD

VIA: O Lago

Read Full Post »