Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘RELAÇÕES PÚBLICAS’ Category

Já aqui abordámos várias situações em que as empresas e os blogs chocam. As empresas ainda não compreenderam os blogs e ou os “usam” mal ou têm “medo” e tratam os blogs como inimigos. É dentro desta problemática que as conversas unicer se desenrrolaram hoje no museu da electricidade.

Na quinta-feira, dia 10 de Abril, a partir das 16h30, as Conversas Unicer terão transmissão vídeo directa para a blogosfera.

A organização vai disponibilizar, para toda a Internet, as imagens de parte do debate do antigo director de Estratégia para a Internet do Fórum Económico Mundial, Bruno Giussani, com os participantes portugueses: os jornalistas António Granado e Paulo Querido, a responsável pela plataforma de blogues do Sapo, Maria João Nogueira, o consultor de comunicação Luís Paixão Martins e o professor universitário, Eduardo Correia. O debate será moderado pelo jornalista Paulo Ferreira.

TRANSMISSÃO EM DIRECTO AQUI

Anúncios

Read Full Post »

Filipe Luís na edição de hoje da Visão (nº778) fala d’”Os bastidores da remodelação” a respeito das alterações de José Sócrates à sua equipa governativa. É neste artigo que refere uma actividade de assessoria bem desenvolvida e aplicada pela equipa de assessores do Primeiro-Ministro. O Spinning (não confundir com ciclismo indor) trata-se do controlo da agenda politica mediática colocando temas fortes para dissimular outros temas mais incómodos.
Sócrates esperou pelo dia da abertura do ano judicial (aproveitando para desviar as atenções de um discurso eventualmente crítico do Presidente Cavaco) e agiu no preciso momento em que o escândalo da passagem, por Portugal, de 94 voos da CIA e de 728 entre um total de 744 prisioneiros de Guantánamo era revelado pela ONG britânica Reprieve. Um trabalho de spinning (controlo da agenda política mediática), desenvolvido pelo núcleo duro do chefe do Governo.
FONTE: Visão (nº778)
Isto levanta algumas questões quanto à actuação dos jornalistas face a esta manobra de manipulação. Será que os jornalistas não percebem esta acção? Será que o tema “mata” por completo todos os outros? Ou simplesmente a atenção do público de foca num determinado assunto em detrimento de outros?

Read Full Post »

Agências de comunicação continuam fora do parlamento

Jaime Gama, presidente da Assembleia da Republica, comunicou ontem aos grupos com assento parlamentar que não será concedida uma credenciação equiparada à dos jornalistas a profissionais ligados à consultoria de comunicação.Como foi avançado ontem pela Lusa, esta decisão significa que os consultores de comunicação terão o mesmo acesso que todos os cidadãos ao parlamento.

O assunto foi colocado em cima da mesa quando Luís Paixão Martins enviou uma carta, em Janeiro de 2007, à Assembleia da República a pedir um regime de acesso específico para os profissionais das agências de comunicação. O assunto voltou às páginas dos jornais, na semana passada, a propósito do apoio que a Cunha Vaz está a dar ao PSD, no âmbito da comunicação.

FONTE: Meios & Publicidade

E com esta decisão o Lóbingue em Portugal continua a não ser possível enquanto actividade regulada e legal…

Esta notícia é avançada pela LUSA um dia antes de Luís Paixão Martins e Pacheco Pereira explicarem “Como lidar com lóbi?”,hoje dia 31, na Universidade Lusíada de Lisboa. Este encontro foi moderado por Pedro Correia, jornalista do Diário de Notícias.

Read Full Post »

“A Relação entre Jornalistas e Assessores de Imprensa”, foi o tema do debate que decorreu no passado dia 10 de Janeiro no seminário de Teoria e História do Jornalismo. O debate procurou criar sinergias entre duas das especializações do Mestrado em Ciências da Comunicação da UTAD: Jornalismo, por um lado e Relações Públicas e Publicidade, por outro. O resultado foi muito interessante, com cada um dos grupos a procurar defender o seu lado da questão. Uma das conclusões a reter é que apesar das diferenças nos objectivos dos jornalistas e assessores de imprensa, ambos têm a ganhar com esta interacção. Do mesmo modo, concluiu-se que as principais críticas que surgem relativamente às relações entre jornalismo e assessoria se devem ao facto, de por vezes, existirem maus profissionais de ambos os lados da “barricada”. Sendo assim, salientou-se a importância da existência de bons profissionais tanto no jornalismo como na assessoria de imprensa, ou seja, pessoas que conheçam a área de actividade dos seus interlocutores, que possuam uma formação sólida na profissão que desempenham, que respeitem os seus valores profissionais e que tenham uma postura eticamente correcta.

Aqui poderão consultar alguns dos tópicos que serviram de mote para o debate.

O testemunho de um jornalista e ex-assessor de imprensa pode ser lido na íntegra aqui.

Read Full Post »

Martins Lampreia lança livro sobre marketing de crise

A Texto Editores vai apresentar, na próxima semana, o livro Da Gestão de Crise ao Marketing de Crise, da autoria de J. Martins Lampreia, especialista português na área da comunicação e do marketing. O livro será apresentado na próxima quinta-feira, 25 de Outubro, às 18h30, na Fnac do Chiado, em Lisboa.Da Gestão de Crise ao Marketing de Crise aborda as temáticas da gestão pré e pós-crise e o marketing a ser elaborado.
Recorde-se que em 2005 Martins Lampreia lançou, também pela Texto Editores, o livro Lóbi – Ética, Técnica e Aplicação, ao qual se seguiu O ABC do Lóbi, já em 2007.

FONTE: Meios e Publicidade

Mesmo sem ler o livro atrevo-me a aconselha-lo de viva voz. Martins Lampreia é sem dúvida um dos “gurus” da comunicação em Portugal.
Várias obras que escreveu são manuais excelentes para quem estuda/trabalha nas áreas de assessoria de imprensa, relações públicas e marketing.
Caso tenham possibilidade leiam esta e as outras obras de alguém que participou no florescer da área em Portugal.

Read Full Post »

Muito se tem falado ao longo do dia de hoje da polémica situação no final do jogo Portugal-Sérvia, envolvendo Luís Filipe Scolari.

Não pretendemos aqui discutir a justificação ou falta dela dos seus actos mas sim a imagem que tem construindo ao longo dos últimos quatro anos e que proporcionou aos portugueses um sentimento de segurança, liderança, orgulho e confiança na selecção nacional.

Esta mesma imagem/valores foi aproveitada por algumas entidades empresariais tornando-o no seu representante visual: exemplo mais evidente Caixa Geral de Depósitos.

Como ficou patente durante o dia de hoje o seleccionador passou de herói a dispensável para o povo português (apesar de sabermos que na próxima semana poderá passar a ser herói novamente), mas neste momento a imagem dele é negativa. Ou seja, será então pertinente debater como é que este tipo de situação irá afectar também a imagem da empresa CGD? E se a Caixa deveria ou não retirar os anúncios que envolvem Luís Filipe Scolari?

Obviamente que este exemplo poderá não ser dos mais graves na afectação da imagem de uma empresa mas não faltarão outros exemplos deste risco. Até que ponto é útil e positivo usar uma figura pública como imagem de uma empresa? Quer do ponto de vista do marketing, das relações públicas ou publicidade, quando sabemos que a imagem das figuras públicas sofre cada vez mais de oscilações entre o positivo e o negativo.

(mais…)

Read Full Post »

“O vice-presidente da Comissão Europeia, Siim Kallas, vai marcar presença no 1º ciclo de conferências dedicadas ao tema «Transparência e Lóbi» e a sua importância nas relações institucionais da União Europeia, um evento a ter lugar a 20 de Setembro, em Lisboa, no Centro Cultural de Belém.Estas conferências, no espírito da Presidência Portuguesa da União Europeia, visam reforçar a intenção da Comissão Europeia de harmonizar a prática do lóbi ético e mais profissional dentro dos seus 27 estados-membros. O comissário Siim Kallas irá apresentar o «ETI – European Transparency Initiative», com Martins Lampreia a discursar sobre o PTI, a adaptação do ETI à realidade portuguesa.”

FONTE: Briefing

Para quem poder estar presente estas conferências serão uma óptima oportunidade de responder a algumas dúvidas sobre o Lóbi. Além de que é uma óptima forma de despertar consciências. Direccionado especialmente a todos os alunos e trabalhadores na área das relações públicas e da assessoria de imprensa e claro a todos aqueles que se interessem por uma comunicação cada vez mais transparente.

Read Full Post »

Older Posts »